Corpos de duas crianças que foram levadas por enxurrada em Minas são encontrados

As duas crianças desapareceram em Urucânia. Desde o último sábado, o estado registrou quatro mortes em decorrência das fortes chuvas; três pessoas ainda estão desaparecidas.

Tromba d'água atingiu a cidade de Urucânia, na Zona da Mata, na madrugada desta segunda (4). (Foto: Divulgação/ Prefeitura)

Os corpos de duas crianças que desapareceram em uma enxurrada em Urucânia, na Zona da Mata de Minas Gerais, foram encontrados na manhã desta terça-feira (5). Do fim de semana até hoje são quatro mortes no estado em decorrências dos temporais. Três pessoas estão desaparecidas.

De acordo com o prefeito de Urucânia, Frederico de Carvalho (PRB), as crianças desapareceram junto com a avó, na zona rural da cidade. A mulher ainda não foi encontrada.

Na cidade, há ainda um homem que desapareceu enquanto tentava salvar uma pessoa de afogamento. As buscas continuam nesta terça-feira.

O prefeito disse que o tempo está firme na cidade, após uma chuva leve na madrugada. Os prejuízos em Urucânia após os temporais ainda estão sendo contados. De acordo com Frederico de Carvalho, a zona rural, produtora de açúcar e álcool, foi fortemente atingida e ainda não há balanço do impacto econômico e social das chuvas.

Uma outra criança morreu por conta das chuvas no sábado (2). O menino de seis anos brincava com o irmão em Perdizes, no Alto Paranaíba, quando foi arrastado por uma enxurrada. Na segunda-feira (4), uma mulher de 80 anos, portadora do Mal de Alzheimer, morreu afogada dentro de casa, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), desde outubro, quando começa o período chuvoso, sete pessoas morreram em decorrência de chuva em Minas Gerais.

Desaparecidos

O Corpo de Bombeiros faz buscas por outras três pessoas que foram levadas por enxurradas em duas cidades mineiras. Duas delas são os dois moradores de Urucânia desaparecidos.