Categoria Chuvas

Chuvas no RN deverão ser 15% acima da média em 2018, afirma especialista

Conclusão, sustenta Luiz Carlos Molion, é embasada em cenários de similaridade, obtidos em dados pluviométrios dos últimos cem anos, que indicam semelhança com 1998 a 2001

                         Caso esse cenário se concretize, o desafio para o Rio Grande do Norte, segundo o especialista, é reservar água. Foto – José Aldenir / Agora Imagens

O Rio Grande do Norte experimenta tendência de fim da seca e chuvas acima da média em 2018. A previsão é do PhD em Meteorologia Luiz Carlos Molion. A estimativa do pesquisador, referência internacional em meteorologia, é que as chuvas no Estado sejam até 15% acima da média, no próximo ano.

O prognóstico de Molion não segue modelos climáticos, ao contrário de previsões mais usuais...

Leia Mais...

Corpos de duas crianças que foram levadas por enxurrada em Minas são encontrados

As duas crianças desapareceram em Urucânia. Desde o último sábado, o estado registrou quatro mortes em decorrência das fortes chuvas; três pessoas ainda estão desaparecidas.

Tromba d'água atingiu a cidade de Urucânia, na Zona da Mata, na madrugada desta segunda (4). (Foto: Divulgação/ Prefeitura)

Os corpos de duas crianças que desapareceram em uma enxurrada em Urucânia, na Zona da Mata de Minas Gerais, foram encontrados na manhã desta terça-feira (5). Do fim de semana até hoje são quatro mortes no estado em decorrências dos temporais. Três pessoas estão desaparecidas.

De acordo com o prefeito de Urucânia, Frederico de Carvalho (PRB), as crianças desapareceram junto com a avó, na zona rural da cidade. A mulher ainda não foi encontrada.

Na cidade, há ainda um homem que desapareceu enquanto tentava salvar uma pessoa de afogamento. As buscas continuam nesta terça-feira.

O prefeit...

Leia Mais...

No RN chuvas deverão ser mais intensas a partir de 2018, prevê meteorologista

                             Chuva em Jardim do Seridó – Foto: Josimário Nunes/Arquivo do Blog A Fonte

O Rio Grande do Norte experimenta tendência de fim da seca e chuvas acima da média em 2018. A previsão é do PhD em Meteorologia Luiz Carlos Molion, feita no II Fórum das Águas, realizado na última quinta-feira (30), em Apodi. A estimativa do pesquisador, referência internacional em meteorologia, é que as chuvas no Estado sejam até 15% acima da média, no próximo ano.

O prognóstico de Molion não segue modelos climáticos, ao contrário de previsões mais usuais. “São ineficientes e cenários fictícios”, argumenta...

Leia Mais...